Categoria: Sala de Imprensa

Divulgado os trabalhos destaques da Mostra de Projetos de Extensão

Divulgado os trabalhos destaques da Mostra de Projetos de Extensão

mostradepojreto

Foi divulgado o resultado da 12ª Mostra de Projetos Comunitários e de Extensão do Congrega Urcamp 2017. Segundo a Comissão Organizadora são premiados apenas os trabalhos de extensão que foram apresentados e se destacaram em primeiro, segundo e terceiro lugar.

A solenidade de entrega de certificados está sendo organizada e em breve a data e local serão divulgados para os autores dos trabalhos.

Área: Ciências Agrárias

  • 1º lugar: Projeto Solo na Escola em Bagé – Urcamp;
  • 2º lugar: Projeto Expo Aula – Urcamp/Bagé;
  • 3º lugar: Responsabilidade socioambiental: A compostagem como alternativa para o destino do lixo orgânico produzido na Unipampa, Campus Dom Pedrito, RS – Unipampa;

 

Área: Ciências Biológicas

  • 1º lugar: 1º Varal Fotográfico Belezas Naturais no Pampa – Urcamp/Bagé;
  • 2º lugar: Percepção de alunos do Ensino Fundamental sobre morcegos e serpentes – Urcamp/Bagé;
  • 3º lugar: Biologia itinerante: Levando a educação ambiental não formal para a comunidade – Urcamp/Bagé;

 

Área: Ciências da Saúde

  • 1º lugar: Urcamp comunidade e boas práticas nos serviços de alimentação – Urcamp/Bagé;
  • 2º lugar: Projeto Crescer – Urcamp/Bagé;
  • 3º lugar: Projeto Gestar: Ações interdisciplinares na atenção materno infantil – Urcamp/Bagé;

 

Área: Ciências Exatas e da Terra

  • 1º lugar: A Contextualização do ensino de ciências e química na educação do campo – Prefeitura de Alegrete;
  • 2º lugar: Fábrica de Software do Pampa – Urcamp/Bagé

 

Área: Ciências Humanas

  • 1º lugar: Relato de experiência de estágio voluntário de psicologia no Fórum de Bagé – Urcamp/Bagé;
  • 2º lugar: Projeto preservação do meio ambiente da Escola Municipal Alda Seabra – Urcamp/Dom Pedrito;
  • 3º lugar: Pibid: Contos do folclore na alfabetização e letramento – Urcamp/Bagé

 

Área: Ciências Sociais Aplicadas

  • 1º lugar: Plano Diretor Hulha Negra tema 1: Patrimônio histórico, história e cultura – Urcamp/Bagé;
  • 2º lugar: Plano Diretor do município de Hulha Negra, RS: Um enfoque aos principais dados socioeconômicos – Urcamp/Bagé;
  • 3º lugar: Pesquisa do custo da cesta básica de alimentos do município de Bagé, RS: Estudo sobre as oscilações dos preços no primeiro e no segundo trimestre de 2017 – Urcamp/Bagé

 

Área: Linguistica, Letras e Artes

  • 1º lugar: A extensão universitária através da experiência do núcleo de línguas adicionais – Unipampa;
  • 2º lugar: Pibid: Experiências dos bolsistas da pedagogia – Urcamp/Bagé;
  • 3º lugar: Pibid: Estratégias desenvolvidas no subprojeto de pedagogia;

 

Área: Outros

  • 1º lugar: Plano Diretor como ferramenta para cidades mais sustentáveis: Um enfoque à área ambiental – Urcamp/Bagé;
  • 2º lugar: O incentivo a leitura e a escrita como forma de expressão – Urcamp/Dom Pedrito;
  • 3º lugar: Popularização da ciência e divulgação científica: extensão – Universidade Federal de Pelotas
Comissão Organizadora divulga os trabalhos destacados na 14ª Mostra de Iniciação Científica

Comissão Organizadora divulga os trabalhos destacados na 14ª Mostra de Iniciação Científica

DSC_0076

A Comissão Organizadora do Congrega Urcamp 2017 divulgou, nesta quarta-feira, 1º, os trabalhos destacados na 14ª Mostra de Iniciação Científica em primeiro, segundo e terceiro lugar de cada área.

De acordo com a organização, uma data está sendo definida para ocorrer a solenidade de premiação, a qual será divulgada em breve.

 

Área: Ciências Agrárias

  • 1º lugar: Tumor venéreo transmissível nasal canino – relato de caso (Mariana Marsicano de Fraga, Guilherme Araújo Collares, Larissa Albarnaz, Bruna Antunes Teixeira e Tiago Trindade Dias/Urcamp – Bagé);
  • 2º lugar: Infecção natural por Trypanosoma Evansi em cães na Fronteira Oeste (Amanda da Rosa Azambuja, Ana Luiza Cabral Risch, Vivian Clodir Aranda, Peter de Lima Wachholz e Regina Pereira Reiniger/Urcamp – Bagé);
  • 3º lugar: Osteossíntese de fratura de corpo bilateral de mandíbula (Dandara do Amaral Roberto, Luis Felipe Dutra Corrêa, Scarlette Bardim Arebalo, Maurício Machado Carllosso, Sabrina dos Santos Benett e Graciéle Santos do Couto/Urcamp – Alegrete);

 

Área: Ciências Biológicas

  • 1º lugar: Pibid: A importância da iniciação à docência para os egressos (Pâmela da Silveira Freitas e Márcia Iara da Costa Dornelles/IFF – Alegrete);
  • 2º lugar: Pibid: Importância de abordar o tema sexualidade na sala de aula (Caroline Santos dos Santos, Elóra Dhanan, Aurélio Quevedo e Márcia Iara da Costa Dornelles/Urcamp – Alegrete);
  • 3º lugar: Pibid: Revitalização do espaço escolar (Sabrine Severo Saraiva, Natiéli Machado Gonçalves, Vera Cristina Vaz Rangel, Camila Bittencourt, Jones Freire e Helen Lúcia da Cruz Miranda/Urcamp – Bagé);

 

Área: Ciências da Saúde

  • 1º lugar: Avaliação do conhecimento da utilização de plantas medicinais por professores de uma escola municipal de ensino fundamental (Ana Paula Rosa Corrêa e Patrícia Albano Mariño/Urcamp – Bagé);
  • 2º lugar: A humanização e o papel do psicólogo hospitalar nos cuidados com a finitude humana (Olga Enilda de Oliveira da Costa e Fabiane Caillava/Urcamp – Bagé);
  • 3º lugar: Determinação da concentração de fenóis totais em extrato das folhas de Maytenus Ilicifolia Mart obtidas comercialmente e in natura (Alessandra Peçanha Dall asta, Patrícia Albano Marino, João Olavo Severo de Vargas, Graciela Maldaner e Ana Paula Simões Menezes/Urcamp – Bagé);
  • 3º lugar: Uso de psicofarmacos em pacientes internados no Hospital Universitário de Bagé, RS (Flavia Ferreira Peçanha, Jaizor da Silva Jonco, Ana Paula Simões Menezes e Ana Carolina Zago/Urcamp – Bagé);

 

Área: Ciências Exatas e da Terra

  • 1º lugar: Desenvolvimento do totem digital para o Museu Dom Diogo de Souza (Josiellen Navarrina Milano, Denizar Souza, Mateus Moreira, Clarisse Ismério e Fábio Paz/Urcamp – Bagé);
  • 2º lugar: A tecnologia da informação buscando soluções assistivas para portadores de neurodegeneração (Márcia Cristina Domingues e Maria Elaine León/Urcamp – Bagé);
  • 3º lugar: Semelhanças construtivas entre o Parque Guinle e o Complexo Cine Hotel Consórcio (Juciane Almeida Teixeira, Marina da Rosa Madeira e Magali Nocchi Collares Gonçalves/Urcamp – Bagé);

 

Área: Ciências Humanas

  • 1º lugar: Um olhar reflexivo para práticas pedagógicas do eixo estruturante grandezas e medidas nos anos iniciais (Edhu Garcia Maciel, Ângela Susana Carretta e Suzete Carvalho Rodrigues/Urcamp – Bagé);
  • 2º lugar: Pibid: Experiência com a docência (Davi Medeiros dos Santos, Suziélen Colares Jardim, Mariana Abreu de Deus e Viviane Kanitz Gentil/Urcamp – Bagé);
  • 3º lugar: Pibid: A eficácia da ludicidade no processo de alfabetização e letramento nos anos iniciais (Carmen Simone Veloso Dias e Viviane Kanitz Gentil/Urcamp – Bagé);

 

Área: Ciências Sociais Aplicadas

  • 1º lugar: A obrigatoriedade de cumprimento de recomendações da Comissão Interamericana de Direitos Humanos (Jeverson Cesar Siqueira e Tânia Mariza de Castilhos/Urcamp – Bagé);
  • 2º lugar: Os direitos sucessórios do filho socioafetivo à luz da Constituição Federaln (Dieyni Rafaela Lucas Barreiro, Fabiane Pilecco e Andreia Cadore Tolfo/Urcamp – Alegrete);
  • 3º lugar: A inteligência emocional e a influência na motivação dos colaboradores – um estudo de caso (Cristiano Rodrigues Miranda e Rita Luciana Saraiva Jorge/Urcamp – Bagé);

 

Área: Engenharias

  • 1º lugar: Atividade antimicrobiana de filmes de gelatina de pescado contendo quitosana (Fernanda Saraiva Gomes, Catarina Morra de Moura, Caroline Costa de Moraes, Luciano Almeida e Jaqueline Motta de Moura/Unipampa);
  • 2º lugar: Avaliação de metodologia de extração de óleo residual do bagaço de oliva (Carlos Airton Lalim Sabedra, Leandro Adermar Lissner e Luciana Machado Rodrigues/Unipampa);
  • 3º lugar: Avaliação da degradação do teor de antocianinas em casca de jabuticaba através da secagem convectiva e liofilização (Karine Machry e Gabriela Silveira da Rosa/Unipampa);

Área: Linguistica, Letras e Artes

  • 1º lugar: Análise de literaturas com base históricas para a construção do conhecimento ideológicos aos jovens do Ensino Médio (Patrícia Noel Sanches, Marcelo Carvalho da Silva e Matusa Mendes da Trindade/Urcamp – Santana do Livramento);
  • 2º lugar: Inclusão: uma realidade de difícil assimilação (Aline Pereira Ayang e Idene Godois/Urcamp – Santana do Livramento);
  • 3º lugar: A crônica futebolística de Nelson Rodrigues (Vinícius Machado de Vargas, Fernanda da Silva Couto e Idene Godois/Urcamp – Santana do Livramento).
Premiados os autores dos trabalhos da 14ª Jornada de Pós-Graduação e Pesquisa

Premiados os autores dos trabalhos da 14ª Jornada de Pós-Graduação e Pesquisa

premiadadois

Na quinta-feira, 26, após o painel “Perspectivas atuais da produção científica no Brasil”, realizado no salão de atos da universidade, ocorreu a premiação dos trabalhos que alcançaram o primeiro, segundo e terceiro lugar na 14ª Jornada de Pós-Graduação e Pesquisa.

Trabalhos premiados:

Área: Ciências da Saúde

  • Análise de medicamentos descartados em um sistema de gerenciamento de resíduos na cidade de Bagé/RS/Brasil;
  • Evolução do curso de Farmácia Urcamp sob o olhar das publicações de trabalhos de conclusão de curso;
  • Identidade e Estomia: uma análise a partir do modelo de adaptação proposto por Roy;

Área: Ciências Sociais Aplicadas

  • Um estudo sobre a produção biográfica de Fernando Morais em o mago sob a ótica do jornalismo literário;
  • Transformações produtivas no meio rural em um período de 12 anos: um estudo comparativo no município de Roque Gonzales RS;
  • Violência na escola: uma análise sobre o olhar da mídia televisiva sobre os casos registrados na EMEF Maria de Lourdes Machado Molina;

Área: Ciências Humanas

  • Atos infracionais cometidos por adolescentes em Bagé/RS: invisibilidade inquietante;
  • Educação inclusiva e a formação de estagiárias de pedagogia;
  • Envelhecimento ativo e educação: Universidade Sênior de Bagé;

Área: Engenharias

  • Percepções dos professores quanto ao processo de ensino e aos métodos de aprendizagem ativa na engenharia;
  • Potencial biotecnológico da microalga Synechoccocus nidulans para tratamento de águas ácidas de drenagem da região de mineração em Ccandiota – RS;
  • Aferição do desvio da superfície de uma argila calinitica nos processos de conformação e secagem;

Área: Linguística, Letras e Artes

  • Ensino de língua portuguesa: extensão ou comunicação;
  • História e literatura: os entrecruzamentos entre a ficção e o real;
  • A importância do lúdico no processo de alfabetização;

Área: Ciências Exatas e da Terra

  • Experimentação utilizando laboratório aberto como abordagem didáticopedagógica no ensino química;
  • Perspectivas na comercialização de hortaliças orgânicas por meio de cestas em Fraiburgo SC;
  • Tic na educação municipal: um estudo exploratório em escolas do município de Dom Pedrito – RS;

Área: Ciências Agrárias

  • Desempenho inicial de uvas americanas conduzidas em sistemas de conduções adaptados a poda e colheita mecanizada;
  • Composição química e análise sensorial do suco de uva elaborado com três variedades cultivadas em Lages – Santa Catarina;
  • Estimativa da área foliar de macieiras ‘galaxy’ e ‘fuji suprema’ sob irrigação e sequeiro;

Área: Ciências Biológicas

  • Exigências térmicas de ctenocephalides felis bouché 1835 siphonaptera: pulicidae;
  • Análise do projeto pedagógico do curso de Ciências Biológicas de uma Universidade Federal do Sul do Rio Grande do Sul – preparação para lecionar no nono ano um desafio aos professores de ciências;
  • Análise da germinação comparando a coloração de sementes e fitossanidadede bauhinia forficata link;

 

Painel debate perspectivas sobre a realidade e o futuro da produção científica no Brasil

Painel debate perspectivas sobre a realidade e o futuro da produção científica no Brasil

jornadaO salão de Atos da Universidade da Região da Campanha (Urcamp) foi palco na tarde de quinta-feira, 26, para o painel “Perspectivas atuais da produção científica”. Mediado pela professora e pesquisadora da Urcamp, doutora Clarisse Ismério, contou com a participação do doutor em Direito Guilherme Massaú, do jornalista Fernando Risch, do doutor em Matemática Marcelo Trindade, da doutora em Agronomia Tânia Morselli e do mestre em Novas Mídias e Práticas Web Lucas Rohan.

Durante sua manifestação, Massaú falou sobre a busca pelo novo. “Há muitos nichos, muitos assuntos que ainda não foram profundamente pesquisados e é disso que o futuro da produção científica depende. Não podemos nos contentar em estudar assuntos básicos. Precisamos ir além”, destacou, e se mostrou preocupado, também, pelo que representa a internet como ferramenta para o plágio acadêmico e para a disseminação de informações incorretas.

Por outro lado, Morselli falou da necessidade das instituições realizarem ações que impactem a comunidade dentro das universidades e se referiu à falta de apoio à pesquisa. “Falta apoio às instituições, faltam investimentos, falta percepção popular sobre o que as instituições de Ensino Superior realmente representam e tudo isso lesa completamente a ciência”, criticou Tânia e ressaltou a importância que o Brasil tem como pesquisador mundial. “Aonde vamos parar?”, questionou.

Para o jornalista Fernando Risch, grandes eventos acadêmicos são fundamentais para a promoção da pesquisa. “O Congrega é um desses eventos que criam um ambiente favorável para que os alunos se interessem e deem o primeiro passo no estudo científico”, indicou. Ainda segundo ele, é necessário valorizar cada vez mais os títulos acadêmicos e os profissionais que se dedicam à pesquisa. “Precisamos considerar mais a opinião de mestres e doutores nos assuntos de atualidade, inclusive”, pontuou.

O professor Lucas disse que, com a internet, as pessoas vêm perdendo a capacidade cognitiva e de interpretação do que leem. “Esse avanço da tecnologia cria desafios, como por exemplo, dar aula. Acabamos competindo com um celular. Isso faz com que precisamos buscar alternativas, provocar os alunos para que se interessem pelas aulas, pela pesquisa, por estudar assuntos que o atraem. Essa promoção é responsabilidade nossa, dos professores”, indicou Rohan, que finalizou fazendo uma comparação dos investimentos em Ensino Superior por ano do Brasil e de Portugal: “enquanto lá se gasta mais de R$ 5 mil por aluno, aqui são pouco mais de R$ 900”.

Finalizando o painel, Trindade contou um pouco da sua história e de como passou da iniciação científica a publicar artigos em eventos da Universidade de Oxford, no Reino Unido. “O apoio da Urcamp, dos professores, da minha orientadora Ângela Carreta foi fundamental para essa jornada”, explicou emocionado. Para ele, além da promoção da pesquisa por parte das instituições, os alunos precisam ser mais questionadores e não aceitar apenas informação mastigada. “Só dessa forma poderemos evitar um emburrecimento em massa”, falou.
Lucas, Marcelo e Fernando são egressos da Urcamp.

Aluno de escola estadual é contemplado com bolsa integral na premiação da MICJr

Aluno de escola estadual é contemplado com bolsa integral na premiação da MICJr

capaUma noite de emoção, adrenalina e vibração marcou a premiação da 12ª Mostra de Iniciação Científica Júnior (MICJr) do Congrega Urcamp 2017, voltada para os alunos do Ensino Médio. Três autores de trabalhos submetidos, aprovados e apresentados foram contemplados na noite de terça-feira, 24, com bolsas de estudo na Universidade da Região da Campanha, por meio de sorteio. Concorreram ao prêmio, os participantes das pesquisas que foram avaliadas e alcançaram média igual ou superior a nove.

O sorteio foi realizado pela pró-reitora de Inovação, Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão, professora Elisabeth Cristina Drumm, e pela pró-reitora acadêmica, Virgínia Paiva Dreux, representando a reitora da Urcamp, Lia Quintana.

O estudante do primeiro ano do Ensino Médio da Escola Estadual Getúlio Dornelles de Vargas (CIEP), de Dom Pedrito, Pablo Ferreira da Silveira, recebeu o prêmio de uma bolsa integral na Urcamp. Ele é um dos autores do trabalho ‘A Reforma Curricular do Ensino Médio: o ponto de vista dos alunos’. “Meu trabalho foi uma crítica às reformas do governo em relação à educação. Por sermos de uma escola estadual, sofremos diretamente, por exemplo, com a situação dos professores”, disse. Emocionado, o jovem comentou que não teria condições financeiras de arcar com os custos do Ensino Superior, adiantando que, agora, pretende ingressar no curso de Direito.

A professora orientadora do trabalho, Gabriela Chaves, explicou as dificuldades que a instituição enfrenta e o desafio que foi vir até Bagé, concorrer com os alunos. “Nós submetemos já na prorrogação do prazo. Achamos que não daria tempo. A taxa de inscrição foi dividida entre mim e outros professores da escola. Vendemos lanches e realizamos atividades para custear a viagem e, no final, ainda conseguimos o transporte junto ao colégio da Urcamp de Dom Pedrito”, contou.

Já uma das bolsas de 50% foi para a cidade de São Gabriel. O aluno do colégio da Urcamp, Guilherme Maruyama Dias, recebeu o prêmio durante o sorteio. O estudante e demais colegas apresentaram o trabalho “Alambrador de Ideias”. Outra bolsa de 50% foi para a cidade de Dom Pedrito. Maithê Saldanha Ferrão, do colégio da Urcamp, que explanou o trabalho sobre “Os benefícios do celular: uma nova ferramenta para o ensino”.

A MICJr ainda premiou com medalhas, os autores de três trabalhos que se destacaram no evento e alcançaram as maiores médias de avaliação; o professor que orientou o maior número de pesquisas e a instituição que submeteu grande número de produções. O evento ocorreu entre segunda e terça-feira, no campus esportivo da Urcamp (Corujão).

 

Professor orientador destaque

Daniela Antunes da Costa – Colégio Raymundo Carvalho/Urcamp de Alegrete

Instituição de ensino destaque

Colégio Raymundo Carvalho/Urcamp de Alegrete

 

Trabalhos que alcançaram as maiores médias na avaliação

1º lugar – Energia solar: contribuições para um desenvolvimento sustentável (Eduarda Gonçalves Custódio, Camila Litchina Brasil, Andressa Gonçalves Martins da Fundação Bradesco);

 

2º lugar – A Reforma Curricular Do Ensino Médio: O Ponto De Vista Dos Alunos (Luize Frazão Fernandes, Gabriela Xe Moraes Chaves, Pablo Ferreira Da Silveira, Gisele Da Silva Pinto, Gabrieli Da Fonseca Vogado, Maria Eduarda Ce Oliveira Barreto, Thalia Andrielle Garcia Machado  – Escola Ciep de Dom Pedrito);

 

3º lugar – O Corpo Da Mulher Como Objeto De Venda (Martina Souza Dos Santos, Isadora Dorneles Maciel, Daniela Antunes Da Costa, Larissa Villar Dornelles Freitas –Colégio Raymundo Carvalho de Alegrete).

Congrega Urcamp 2017 na programação da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia

Congrega Urcamp 2017 na programação da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia

mapaciencia

Na quarta-feira, 25, é o Dia C da Ciência e o Congrega Urcamp 2017 está incluído na programação da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia. Neste dia serão mais de 200 ações em várias instituições de ensino superior do Rio Grande do Sul, com o objetivo de sensibilizar a informar a população que as instituições são responsáveis pela produção de cerca de 90% do conhecimento científico do país.

No Dia C da Ciência está incluída na programação a Jornada de Pós-Graduação e Pesquisa, Mostra de Iniciação Científica, Mostra de Projetos Comunitários e de Extensão e Mostra de Trabalhos de Conclusão de Curso do Congrega Urcamp. A quarta-feira ainda será marcada por uma palestra sobre a temática do Congrega – “Ética e Inovação Social”, a qual Será ministrada por Gabriel Gabroswki, no salão da AABB, às 20h, em Bagé.

O Dia da Ciência alerta para a temática “O dia em que o Brasil vai saber como as instituições de ensino e pesquisa estão mudando para melhor a vida das pessoas e do país”.

As ações promovidas pelas instituições recebem o apoio do Fórum de Pró-reitores de Pesquisa e Pós-Graduação – Rio Grande do Sul (FOPROP-RS).

 

Varal Fotográfico Belezas Naturais no Pampa estará exposto no Congrega

Varal Fotográfico Belezas Naturais no Pampa estará exposto no Congrega

varalfotograficonocongrega

Os apreciadores de fotografias e registros do pampa gaúcho poderão prestigiar o 1º Varal Fotográfico Belezas Naturais no Pampa durante a 12ª edição do Congrega Urcamp. A produção foi montada nesta semana pelos acadêmicos de Pedagogia, Ciências Biológicas da Pós-Graduação em Educação e Gestão Ambiental.

O varal estará exposto na sala 38 no campus Esportivo (Corujão) e pode ser visitado no período da tarde e noite.

O projeto é uma promoção do curso de Ciências Biológicas da Universidade da Região da Campanha (Urcamp) e União pela Preservação do Rio Camaquã.

As imagens são de Alinne Teixeira, Anabela Silveira Deble, Carlos Delevati, Clara Vaz, Fábio Mazim, Gustavo Arruda, Julio Pimentel, Leonardo Paz, Rafael Balestrin, Ricardo Moglia e Rodrigo Colares. Além das fotos de paisagens naturais, serão expostas espécies da fauna da flora da região, identificadas com o nome científico e popular.

 

Estudantes criam aplicativo do Congrega Urcamp 2017

Estudantes criam aplicativo do Congrega Urcamp 2017

appdocongrega

Os acadêmicos do curso de Sistema de Informação da Universidade da Região da Campanha (Urcamp), Denizar Souza e Mateus Moreira criaram um aplicativo para o Congrega 2017. O APP já está disponível gratuitamente no Play Store e pode ser feito o download para smartphones que tenham o sistema android. Os aparelhos que possuem o IOS o aplicativo não suporta.

O desenvolvimento do aplicativo levou cerca de três meses e foi criado pela Pró-Reitoria de Inovação, Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão (Proippex), através do projeto “Fábrica de Software do Pampa” e contou com a colaboração dos professores Fábio Paz e Clarisse Ismério.

De acordo com Fábio, a ideia partiu através de um evento, em Porto Alegre, o qual o grupo participou com a apresentação do trabalho do sistema digital museológico e totem digital do Museu Dom Diogo de Souza. “Vai facilitar a comunicação do evento”, diz Paz.

O docente explica, ainda, que o APP foi desenvolvido apenas para o sistema android em razão de não haver tempo hábil para estruturar para o sistema IOS e os discentes já tinham domínio para executar no android. “Para o ano que vem vamos fazer. A informatização do Congrega é um objetivo da comissão organizadora e os alunos do curso puderam aplicar seus conhecimentos nesse produto do projeto”, destaca Fábio Paz.